Skip to Main Content

Tesouro de Arte Sacra

A Igreja de S. Domingos foi construída, em conjunto com um convento entretanto destruído, por dominicanos espanhóis na década de 1590. O templo dedicado à Nossa Senhora do Rosário foi inicialmente edificado em madeira, mas substituído no séc. XVII por uma construção imponente com três naves, que no séc. XVIII sofre influências do estilo barroco colonial e de motivos decorativos próprios desta região, facto que contribui para a sua originalidade.

Ora é nas dependências da Igreja que se encontra hoje o Museu da Igreja de S. Domingos (Tesouro de Arte Sacra) aberto ao público desde 1997. Aquando da extinção das Ordens Religiosas em Portugal em 1834, o templo recebeu inúmeras obras de arte sacra que se encontram agora expostas neste Museu, o qual se estende pelo único lanço que resta do antigo claustro e por outras salas adjacentes à Igreja.

Inicie a sua visita pela Igreja que foi criteriosamente restaurada em 1994, a qual o fará penetrar um pouco no ambiente das missões católicas na China, e depois suba às salas do Museu para admirar o rico espólio de ourivesaria, de estatuária, alguns paramentos ricamente ornamentados, pinturas religiosas e objectos vários de culto. Muitas das peças em exposição são oriundas de Macau, mas há-as também de outras áreas da Ásia, nomeadamente da Índia. No seu conjunto são cerca de 300 exemplares de excelente qualidade entre os séc. XVII e séc. XIX.